AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Sustentabilidade

Além das nuvens

Laboratório desenvolve balões para captação de energia solar

Que a energia solar será umas das principais matrizes energéticas desse século já não restam dúvidas. Afinal, ela é renovável, não polui, precisa de pouca manutenção e não necessita de grandes e caras linhas de transmissão.

Por outro lado, seu custo inicial continua alto (embora esteja caindo a cada ano que passa), a estocagem da energia à noite é ainda complicada e ela ainda possui graus de intermitência em dias nublados e chuvosos.

Pensando nisso, o Centro Nacional Francês de Pesquisa Científica se uniu à Universidade de Tóquio para elaborarem uma solução de captação de energia solar que supere as alternativas terrestres.

Juntas, sob o nome NextPV, elas estão desenvolvendo balões que, agindo integrados, funcionarão como painéis de captação de luz solar onde não existem oscilações de irradiação solar. Isto é, acima das nuvens, a cerca de seis mil metros da terra.

E isso funcionará da seguinte maneira. Durante o dia, a eletricidade será produzida e transmitida normalmente, como em um painel solar tradicional. Ocorre que, nesse processo, também será produzido hidrogênio, que ficará armazenado para ser utilizado... durante a noite. E cada balão possui uma célula de combustível – uma espécie de pilha – que irá combinar o hidrogênio com oxigênio gerando, isso mesmo, água e corrente elétrica.

A NextPV espera colocar no mercado os primeiros balões daqui dois anos. Afinal, ela tem alguns problemas ainda para resolver, como as enormes cordas e cabos que conduzirão a energia captada e produzida a seus usuários finais.