AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Sustentabilidade

Consumismo é coisa do passado

Entenda o que é o consumo consciente e por que essa moda pode pegar em 2016

Foto: Divulgação

 

A crise econômica fez com que muitas famílias precisassem recolocar os gastos na ponta do lápis - repensar os custos nesse momento é fundamental para evitar dívidas. Além disso, a consciência de que se deve comprar com responsabilidade vem crescendo, já que o planeta já está dando sinais de que esse consumo desenfreado é prejudicial ao meio ambiente. Já se sabe que a humanidade consome 30% mais recursos naturais do que a Terra é capaz de renová-los. 

Como uma alternativa para esse momento, a prática do consumo consciente tem ganhado cada vez mais visibilidade. Isso porque valoriza produções em menor escala, com um processo menos industrial - alguns investem até em uma linha sustentável para criação dos produtos. Alguns impactos dessa atividade são bem evidentes, como por exemplo o incentivo à produção e o desenvolvimento local ao invés de algo em escala global, fomentando a economia do lugar.

Comprando apenas o necessário 

Além disso, a lógica do consumo consciente incentiva a cooperação ao invés da competição e procura não exceder as necessidades, optando sempre por produtos de maior vida útil para que demorem a ser descartados. O consumidor consciente sabe que o ato de compra com responsabilidade pode ser transformador no que diz respeito à economia, às relações de trabalho e à exploração desenfreada de recursos naturais. 

No entanto, nós sabemos que é difícil optar por pequenas produções locais no mundo de hoje - nem tudo que precisamos será ofertado nesse novo modelo de consumo, mas ainda dá pra fazer a diferença, mesmo em escala industrial. Procure saber quais empresas possuem políticas socio-ambientais e que têm a sustentabilidade como um valor importante para a produção - além de contribuir com o meio ambiente, essa atitude pode incentivar outras companhias a adotarem políticas voltadas para a sustentabilidade também.