AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Inovação

Não diga nada!

Computadores estão próximos de realizar leitura labial

Foto: Divulgação

 

A cada dia que passa, mais ficamos próximos do mundo previsto pela ficção científica. E a bola da vez agora foi prevista pelo filme 2001 – Uma Odisseia no Espaço, de Stanley Kubrick, lançado em 1968 – computadores que realizam leitura labial.

Os pesquisadores Helen Bear e Richard Harvey, da Universidade de East Angle, de Norwich/UK, desenvolveram um algoritmo com “machine learning”, isto é, que aprende novos significados e que, treinado em 12 voluntários falando 200 frases, conseguiu gerar mapas de movimentação labial por meio de reconhecimento de imagens.

Enquanto sistemas tradicionais de leitura labial possuem taxa de acerto de 5%, o algoritmo de Helen e Richard chegou a impressionantes 25%. 

Ou seja, em breve, nossos celulares virão com aplicativos que reconhecerão o movimento de nossos lábios e realizarão funções a partir disso. Vídeos no YouTube serão legendados automaticamente com base nos movimentos labiais das pessoas. E, se quisermos privacidade, teremos que falar com a mão na frente de nossa boca, igual os jogadores de futebol já fazem.