AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Sustentabilidade

Chuva de sementes

Drones agora plantam árvores

Mesmo sendo consideradas verdadeiras fábricas de vida e de bem-estar, cerca de seis bilhões de árvores são derrubadas todos os anos devido a atividades humanas e a desastres naturais. E não há outra maneira de se repor o que uma árvore faz do que plantando outra em seu lugar.

Acontece que o plantio feito por mãos humanas é um processo caro, lento e, até, perigoso, quando realizado em áreas montanhosas e/ou de difícil acesso.

Mas, felizmente, como para quase todo problema existente no mundo, tem alguém pensando em uma solução. E para resolver um problema da terra, nada como uma solução que vem do ar.

A startup britânica BioCarbon Engineering, fundada pelo ex-engenheiro da NASA Lauren Fletcher, promete revolucionar o processo de reflorestamento utilizando os equivalentes modernos do canivete-suíço – os drones.

E os drones participam do processo durante suas três fases. Na primeira, eles realizam o mapeamento 3D em alta qualidade sobre terras agrícolas, plantações e áreas a serem restauradas.

Com esses dados, os drones passam então a realizar o plantio de precisão, liberando pequenas cápsulas que, ao atingirem o chão, se rompem e liberam sementes geminadas. Por último, mas não menos importante, os drones realizam o monitoramento do plantio, recolhendo informações que servem como base para a contínua avaliação do ecossistema. E

como resolver o problema do desmatamento é nada menos que urgente, a meta da BioCarbon Engineering também não é nada modesta - plantar um bilhão de árvores por ano.