AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Cultura

Um livro, um disco, um filme

Colunista explora sua ansiedade, cantora lança coletânea

Imagem:facebook.com/TatiBernardiOficial

 Depois a louca sou eu, de Tati Bernardi 

Ansiedade, crises de pânico, remédios tarja preta, mania de organização. Tudo isso misturado a relatos do dia a dia recheados com a inteligência e texto elegante da autora, dona de uma coluna semanal no jornal Folha de São Paulo, que opta pelo caminho do humor ácido para abrir sua vida para seus leitores.

Imagem: Divulgação

Coleção, de Marisa Monte

Uma coletânea, sim. Mas não uma coletânea tradicional, em que os maiores sucessos são enfileirados resultando num apanhado da trajetória do artista. Em Coleção, Marisa Monte resolveu reunir canções não tão famosas de seu repertório e que estavam espalhadas em participações em discos de outros artistas, trilhas sonoras e shows diversos. E o resultado é tão coeso (e bom) quanto qualquer outro disco da cantora e compositora carioca.

Aquarius, de Kleber Mendonça Filho

Aplaudido no Festival de Cannes e estrelado por Sônia Braga, em Aquarius acompanhamos a luta de uma jornalista aposentada contra uma construtora cujo interesse maior é demolir o prédio em que ela mora (o último em estilo antigo da Praia da Boa Viagem, no Recife) para construir um novo e moderno empreendimento no lugar.