AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Saúde

Lembre-se disso

Confira cinco dicas para aumentar seu poder de memorização

Imagem: Pixabay


 

Ah, se nossas cabeças funcionassem como nossos computadores, onde bastaria comprar mais espaço de memória para armazenarmos tudo aquilo que a gente precisa lembrar todos os dias. Infelizmente, não é assim que acontece. Porém, nosso cérebro esconde alguns segredos que, se bem explorados e estimulados, podem aumentar consideravelmente nosso poder de memorização. 

O Portal AeC selecionou para você cinco dicas para você manter sua memória sempre ativa. Confira. E não se esqueça.

 Zzzzzzzzz

Primeiramente, durma bem. E isso porque é durante o sono que as coisas que aprendemos durante o dia são consolidadas, ficando aptas para serem resgatadas depois. Isto é, lembradas. Quando dormimos, duas partes de nosso cérebro atuam na construção de nossas memórias. O hipocampo repassa os eventos do dia que passou. E o neocortéx armazena eles para consultas futuras.

Uma gordurinha vai bem

Não é segredo para ninguém que uma dieta balanceada faz bem para o corpo como um todo. E sendo o cérebro um de nossos órgãos mais importantes, comer bem faz bem para ele também. Utilizando cerca de 20% das calorias que consumimos diariamente, uma dieta composta por gorduras saudáveis (como o Ômega-3) ajuda o cérebro a realizar suas funções normalmente, além de proteger nossa memória.

Mexa-se

A prática regular de exercícios físicos é outro lugar comum quando o assunto é nossa saúde. Para o cérebro, ela é particularmente importante pois ela aumenta o tamanho de nosso hipocampo, área cerebral fundamental para a consolidação de nossas memórias. Exercitar-se aumenta o fluxo de sangue e oxigênio para o cérebro, aliviando o estresse e colaborando com uma boa noite de sono.

Jogos mentais

Sim, é possível exercitar o cérebro também. Mas em vez de levantar pesos ou correr longas distâncias, o cérebro se exercita quando é desafiado. O que acontece quando montamos quebra-cabeças, aprendemos novas coisas ou fazemos leituras mais complicadas. Isso favorece o desenvolvimento de novas rotas mentais  que acabam por reforçar a nossa memória.

Saia de casa

Quando você socializa e conversa com outras pessoas, várias partes do seu cérebro são estimuladas e você tem mais chances de utilizar seus pensamentos lógico e crítico, relembrar ideias, além de experimentar conexões emocionais que fortalecem o conhecimento. E, por consequência, a memória.