AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Sustentabilidade

Verde pra vestir

3 marcas para brasileiras preocupadas com sustentabilidade

Imagem: olhomagicoblog.tumblr.com


Quem costuma acompanhar o mercado da moda já deve ter notado que o assunto sustentabilidade tem ganhado um espaço cada vez maior. Na moda, ser ecológico costumava ser sinônimo de usar peças com pouco ou nenhum design, de algodão cru ou lona. Hoje, algumas marcas estão abusando da criatividade buscando alternativas ao imediatismo e à massificação. O resgate do artesanato, do feito à mão e principalmente a ideia de dar vida nova a peças descartadas, em uma verdadeira reciclagem fashion, produz criações para lá de estilosas e preocupadas com o futuro. Veja algumas iniciativas para colocar no radar:

Crua

O reaproveitamento de tecidos e objetos descartados é um caminho adotado por muitas dessas marcas para encontrar matéria-prima. Na Crua, eles trabalham com a "ressignificação de materiais", reutilizando alguns e procurando misturar aqueles considerados inusitados na construção de produtos de moda e design. É o caso dos colares facetados, best sellers da marca, que são feitos de madeira descartada e pintados à mão.

Dre Magalhães

A Dre Magalhães faz acessórios com corda. Ainda que possa soar simples, o desafio da designer é grande, já que não é fácil transformar esse material em cintos, colares e até objetos de decoração desejáveis. Com a sua marca, ela pretende proporcionar uma conexão entre trabalho manual de excelência, simplicidade e originalidade. As peças podem ser feitas por encomenda, compradas em sua loja virtual ou encontradas no showroom em Pinheiros, São Paulo.

Insecta Shoes

A Insecta Shoes nasceu no comecinho de 2014 e é uma daquelas marcas que dá orgulho de ter no armário: vegana, sustentável, artesanal e cheia de produtos exclusivos. Três mulheres estão por trás da etiqueta de sapatos, que mesmo com pouco tempo de vida já está dando o que falar. Elas participam de feiras, vendem pela internet para o Brasil inteiro e, até o fim do ano, pretendem dar um gás nas vendas internacionais.