AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Inovação

Aí sim!

Inteligência Artificial criará os remédios no futuro

Imagem: Creative Commos

Muito se fala sobre o desenvolvimento da Inteligência Artificial em um futuro breve e em seu consequente impacto – na maioria das vezes, negativo – em nossas vidas. 

Mas aí uma empresa britânica chamada BenevolentAI resolveu usar todo esse potencial de processamento de dados para algo, digamos, mais nobre que jogar xadrez: desenvolver remédios.

Todos sabemos que a criação de um novo medicamento é muito cara e demora bastante tempo até que o mesmo, testado infinitas vezes, chegue às prateleiras das farmácias.

Assim, o que a BenevolentAI pretende é usar o sistema de aprendizagem profunda mais moderno no mundo, o NVIDEA DGX-1, para analisar zilhões de documentos estruturados para descobrir as relações entre remédios, doenças e o corpo humano.

Com isso, ficará bem mais fácil descobrir quais remédios são melhores causando menos efeitos colaterais, além de abrir caminhos para o desenvolvimento de novas drogas por caminhos que ainda não foram explorados.