AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Esportes

Lugar de mulher é no pódio

Saiba quem são as maiores atletas da atualidade

 
Nas quadras, nas piscinas, no gramado e até no octógono. Mulheres esportistas demonstram a cada novo recorde, a cada nova conquista, a cada nova barreira rompida que basta uma simples motivação para se demonstrar todo um enorme potencial, afastando toda e qualquer ideia de “limite” para bem longe.
 
O Portal AeC selecionou para você cinco mulheres extraordinárias que, mais do que seus nomes na história do esporte, tem colocado o próprio universo feminino em um novo – e muito mais justo – patamar.
Fotos: Divulgação
 
Serena Williams
Número um absoluto há anos na WTA (Women's Tennis Association), Serena Williams é uma lenda viva do tênis. Com 33 anos de idade, essa norte-americana de Palm Beach Gardens, Florida, coleciona títulos e números que impressionam até quem não se interessa muito pelo esporte. Só de Grand Slam (os quatro torneios mais importantes), ela coleciona 19 títulos sozinha. Em dupla, soma mais 22 troféus. Medalhas olímpicas? Três de ouro em duplas (Sydney, Pequim e Londres) e uma de ouro jogando sozinha em 2012. Aposentar? Por enquanto, não.
Ronda Rousey
Primeira mulher a assinar contrato com o UFC, Ronda Rousey nunca esteve tão em alta. Judoca de formação (foi a mais jovem classificada para as Olimpíadas de Atenas em 2004, com apenas 17 anos), faturou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, tornando-se a primeira americana a subir ao pódio na modalidade desde sua inclusão em 1992. Desde 2010 nas artes marciais mistas, Rowdy, como é conhecida, conta com 11 vitórias no MMA e nenhuma derrota, sendo a primeira e atual Campeã Peso Galo no UFC.
Katie Ledecky
Ela só tem 17 anos, mas já é comparada a ninguém mais, ninguém menos que Michael Phelps, vulgo maior recordista da natação da história das Olimpíadas. É mole? Atual detentora dos recordes mundiais dos 400, 800 e 1500 metros livres, Katie Ledecky faturou a medalha de ouro nos 800 metros livres nos Jogos Olímpicos de Londres, quando tinha 15 anos. Norte-americana de Washington, Katie agora visa escrever mais um capítulo da história da natação no Rio de Janeiro, em 2016. 
Duda Amorim
Eleita melhor jogadora do mundo em 2014 em eleição promovida pelo site da Federação Internacional de Handebol, Duda Amorim começou a praticar o esporte aos 11 anos, incentivada por sua irmã, Ana Amorim, que integrou a seleção brasileira da modalidade nos Jogos de Atenas em 2004. Desde então, construiu uma carreira sólida e vitoriosa, levando o Brasil ao primeiro lugar no Mundial Feminino de Handebol, em 2013. Defendendo o Gyori ETO KC, da Hungria, desde 2009, já venceu por duas vezes a Liga dos Campeões.
Marta
Impossível uma lista de grandes esportistas do sexo feminino sem a presença desta que já foi considerada a Pelé de Saias. Única mulher a colocar seus pés na calçada da fama do Maracanã, Marta já foi eleita a melhor jogadora do mundo por cinco vezes consecutivas. Um recorde. Defendendo atualmente o FC Rosengård, da Suécia, Marta já vestiu a camisa de times como Santos, Los Angeles Sol, Gold Pride, entre outros. Mas foi na Seleção Brasileira que colocou seu nome na história. Faturou medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 2003 e 2007, onde também foi artilheira. E medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2004 e 2008.