AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Negócios

G de Google

Gigante techie se reorganiza e vira Alphabet

Foto: Divulgação


 

Uma notícia pegou o mercado de tecnologia de surpresa nos últimos dias: a Google transformou toda sua estrutura e tornou-se “apenas” mais uma empresa de um grande grupo chamado Alphabet. Sob o comando dos fundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin, o novo CEO da monstro das pesquisas em ambiente digital é o indiano Sundar Pichai.
 
Nos próximos meses, o que hoje conhecemos como Google vai se tornar Alphabet, com o Google ocupando o espaço da letra G desse alfabeto techie e tendo sob sua asa os negócios dos mecanismos de busca, do Android, YouTube, Google + e tantos outros.
 
Com essa grande reorganização, a única diferença, dizem os especialistas do mercado, é o nome. O core business do grupo continua sendo publicidade segmentada, e seus lucros ainda são direcionados para uma rede de ações experimentais que não precisam ser necessariamente rentáveis.
 
Ainda não se sabe exatamente o que o Google quer com isso. A resposta mais fácil é agradar os investidores. A verdade é que Wall Street nunca foi muito simpática com os projetos experimentais desenvolvidos pela Google. Desmembrando esses setores, a ação do Google fica mais atraente para os investidores não muito dispostos a enfrentar os risco da inovação radical – e nem sempre rentável – da empresa.
 
Ainda faltam algumas letras, mas veja o tamanho do alfabeto da nova encarnação do já antigo Google.
 
B: Possivelmente Boston Dynamics, mas ainda não está claro se a divisão vai permanecer sob a tutela da Google ou vai seguir independente;
C: Calico e Capital;
F: Fiber;
G: Google;
L: Life Sciences;
N: Nest;
V: Ventures;
X: X Lab.