AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Perfil

Pessoas que fazem a diferença: Matt Groening

Criador dos Simpsons comemora 25 anos da série no ar

 
 
​​Foto: Divulgação

 
 
 
Há 25 anos, estreava na televisão norte-americana uma série que se tornaria a mais longeva da história – Os Simpsons. Exibida em mais de 100 países em 50 idiomas, a família amarela já arrebatou 10 prêmios Emmy e continua fazendo a cabeça dos telespectadores do mundo inteiro com sua crítica ácida à sociedade norte-americana.
 
Matt Groening, a mente responsável pela criação da família mais famosa do mundo, começou sua carreira artística escrevendo e desenhando as tirinhas Life in Hell. Trabalho que chamou a atenção de empresas como Apple (que o contratou para um serviço em 1988) e da Fox, que queria uma versão animada de Life in Hell para seu programa The Tracey Ullman Show.
 
Temendo perder o controle sobre sua obra , Matt criou o primeiro esboço do que seriam os Simpsons e, inspirando-se em nomes de membros da sua família, batizou seus personagens: seu pai se chamava Homer, sua mãe, Margareth 'Marge', e suas irmãs mais novas, Lisa e Maggie. Apenas três temporadas foram suficientes para convencer os executivos da Fox a darem a Matt um programa inteiro e o resto é história.
 
O sucesso da série logo gabaritou Matt para novos projetos e, em 1999, estreou Futurama, uma animação futurista inspirada na ficção científica dos anos 1950. Com sucesso moderado, o seriado foi descontinuado em 2003 e retomado em 2008, pelo canal Comedy Central.
Mas é em Os Simpsons que a genialidade de Matt Groening pode ser percebida mais claramente. A família de Bart já estrelou um filme no cinema, além de inúmeros jogos de videogame e produtos licenciados. Estima-se que seu faturamento anual com a série seja hoje de 500 milhões de dólares.
Recentemente, o site Dangerous Minds divulgou um curta-metragem produzido em 1969 por Homer Groening, o pai de Matt, com seus filhos. Uma inestimável amostra do ambiente que inspirou uma das mentes mais criativas de nossa geração e cujo gigantesco legado ainda é difícil de mensurar.