AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Sustentabilidade

Sustentabilidade a todo custo

IKEA apresenta seus planos para se tornar uma empresa 100% sustentável

Foto: Divulgação


A IKEA, maior fabricante de móveis do mundo, se comprometeu recentemente a investir um bilhão de euros em ações para se tornar uma empresa 100% independente energeticamente, entre outras ações de cunho sustentável, para ajudar no combate às mudanças climáticas.
 
Só para a questão energética, a gigante sueca reservou 60% desse montante, sendo 500 milhões de euros para energia eólica e o resto para energia solar. Sua meta é, em 2020, produzir 100% da energia consumida em suas fábricas e lojas.
 
Mas não é só. Mesmo diminuindo substancialmente suas emissões de carbono na atmosfera, elas representam apenas 2% do total produzido pela empresa. A maior parte está embutida nos produtos desenvolvidos pela IKEA, em plástico e em metal, e também na energia elétrica gasta pelos seus consumidores para fazer funcionar aparelhos como suas famosas luminárias.
 
Assim, a partir de 1o de setembro, a empresa oferecerá produtos apenas com a tecnologia LED e, em um grande processo de “redesign”, começará lentamente a trocar o plástico e o metal utilizados por alternativas recicladas e bioeficientes.
 
O papelão e o plástico usados para embalar e transportar seus produtos também serão reaproveitados. O primeiro, por exemplo, será usado para preencher o espaço interno de móveis, economizando madeira.
 
Não sobrou nem para suas famosas almôndegas. Estas agora serão vegetarianas.