AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Negócios

Sabedoria em páginas

Os melhores livros de gestão das últimas décadas

“Standing upon the shoulders of giants” ou, em português, “de pé no ombro de gigantes”, é uma expressão que Isaac Newton utilizou para explicar porque ele havia feito grandes descobertas, como da existência da gravidade. Dizendo em outras palavras, foi importante aprender o que grandes pensadores já sabiam, para, assim, conseguir chegar mais longe.

Na administração de negócios não é diferente, a prática é importante, mas, estudar e, mais especificamente, ler, são ferramentas indispensáveis. A revista norte-americana Time fez uma lista  com os melhores livros sobre gestão das últimas décadas. Veja alguns deles abaixo e inspire-se em gigantes.

A Era da Irracionalidade – Charles Handy

Handy, então professor da London Business School, descreve as dramáticas mudanças que ocorreram no cotidiano e no ambiente de trabalho no final da década de 80. As novas tecnologias e a diminuição dos postos de trabalho de período integral, entre outros problemas, fizeram com que fosse necessário abandonar as velhas regras e experimentar novas maneiras de trabalhar uns com os outros. Para o autor, o trabalho pode - e deve - ser fonte de aprendizagem e crescimento para as pessoas.

Fotos: Divulgação

 

Feitas para durar – Práticas bem-sucedidas de empresas visionárias - Jim Collins e Jerry Porras 

O livro é o resultado de uma pesquisa com 18 companhias visionárias, como Disney, Ford e Sony. Os professores de negócios de Stanford Jerry Porras e Jim Collins descobriram que o que elas têm em comum é uma forte cultura corporativa. 

 

Competindo pelo Futuro - Gary Hamel e C.K. Prahalad

Neste livro, Hamel e Prahalad mostram como o planejamento estratégico é necessário o tempo todo. Entre os ensinamentos chave do livro está a necessidade de cultivar suas principais competências para não somente se adaptar aos novos tempos, mas também se antecipar às mudanças.

Estratégia Competitiva – Técnicas para Análise de Indústrias e da Concorrência - Michael E.Porter >>

A obra é praticamente um tutorial para administradores que querem maximizar o lucro de sua empresa em um mercado competitivo. Porter enumerou três fatores competitivos básicos: custo, diferenciação e foco. Mais de três décadas depois de sua publicação, o livro ainda é um dos mais importantes para entender os negócios.

 

 Inteligência Emocional - David Goleman

O que pode explicar o fato de algumas pessoas com alto QI não se darem bem, enquanto outras de QI mais modesto terem um desempenho surpreendentemente bom? Características como autocontrole, persistência e motivação são conhecidas como inteligência emocional; sem elas, carreiras são facilmente destruídas. Segundo Goleman, porém, é possível desenvolver o QI emocional. Os métodos do autor se tornaram meios para treinar o comportamento dos empregados e habilidades de administração.