AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Sustentabilidade

Tem água em Marte!

Curiosidades sobre a nova descoberta da Nasa

Foto: Divulgação

Cientistas da Nasa encontraram água em Marte. Então quer dizer que poderemos ir morar no planeta nos próximos anos e criar uma “nova Terra”? O que, afinal, isso significa para nós? Essa descoberta pode ajudar os estudiosos a responderem uma questão antiga da humanidade: existe vida extraterrestre?

- Água salgada
Manchas escuras no solo de uma região montanhosa de Marte são pequenos rios que só correm no verão, quando a temperatura em Marte sobe para 20°C negativos. O suficiente para congelar a água da Terra, mas não a do planeta vermelho, que é extremamente salgada e, por isso, continua líquida mesmo em temperaturas mais baixas. Na origem da vida na Terra, a água era salgada, portanto, pode existir algo parecido em outros planetas. Existem formas de vida que hibernam durante temporadas secas da Terra, o mesmo pode acontecer em Marte.

O sal marciano é magnésio e perclorato de sódio, enquanto o terráqueo é cloreto de sódio. Para podermos utilizá-la, teríamos que fazer a dessalinização.

- Origem da água
Às vezes, crateras causadas por impacto em Marte expõem gelo que evapora em poucos meses. No planeta vizinho, o gelo vai do sólido ao vapor diretamente quando exposto. A evaporação dos rios salgados também vai acontecer, então a água precisa ser reabastecida. Porém, a Nasa ainda não sabe explicar como isso acontece.

- Sonda “suja”
O robô Curiosity, que pousou em Marte em Agosto de 2012, tem a missão de recolher amostras de solo e de rochas marcianas. A sonda não foi feita para ir aos locais suscetíveis a abrigar vida microbiana, como os pequenos rios. Por isso, não pode, de forma alguma, aproximar-se das regiões úmidas do planeta vermelho. Para isso, o robô precisaria ter passado por processos de esterilização intensos. Diante disso, a Nasa se deparou com um problema, porque, caso seres da Terra que estão no Curiosity cheguem até a água de Marte, poderia ser impossível distinguir se são extraterrestres ou não. Além disso, não se sabe o que os micróbios terráqueos fariam com os marcianos.

- E agora?
Agora a Nasa vai procurar por mais locações em que fluxos de água salgada possam ocorrer. A agência espacial cobriu 3% de Marte em imagens com uma resolução alta o suficiente para enxergar essas marcas. Será que ainda vamos nos banhar nas águas de Marte?