AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Esportes

Acelerados e sarados

Saiba quais são os benefícios e os efeitos colaterais dos termogênicos

Para começar já deixando tudo bem claro: sem exercícios, o termogênico não ajuda em nada. Essas substâncias aumentam a temperatura corporal e os batimentos cardíacos, o que dá mais disposição e energia para praticar atividades físicas. O sangue circula em velocidade mais elevada pelo organismo e ocorre a dilatação das veias nos deixando agitados. Ou seja, a capacidade de perder calorias fica maior, mas depende de você fazê-las irem embora. O resultado dos termogênicos só ocorre quando está aliado a uma alimentação balanceada e exercícios.

Por nos deixar agitados, os termogênicos devem ser ingeridos sempre antes de praticar uma atividade física. No período da noite, podem influenciar na qualidade do seu sono. O uso ajuda a potencializar o resultado dos treinos, mas é preciso consultar um médico antes de começar a consumir.

Vicia?
Não. Pelo contrário. Ao invés de "agradar" o cérebro, a substância causa irritação. Mas é possível que a pessoa se sinta mais cansada se parar de tomar.  

Grupos de risco
A ativação metabólica causada pelos termogênicos aumenta o ritmo cardíaco. Ou seja, se uma pessoa tem problemas de coração, poderá desenvolver algo mais sério. Pessoas com quadros depressivos ou com problemas ligados ao sono também não devem consumir. A efedrina e a cafeína, substâncias muito presentes nos termogênicos, podem aumentar a irritabilidade do usuário.

Termogênico natural
Para quem quer o efeito do termogênico, mas não quer tomar nada industrializado, essas substâncias são encontradas em alimentos como o gengibre, a pimenta vermelha, casca de laranja amarga, suco de beterraba, chá verde, canela, abacaxi e café. Eles não têm a mesma propriedade que os termogênicos em cápsulas, por exemplo, mas atuam como "energéticos".