AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Esportes

É melhor malhar de manhã ou à noite?

Pesquisas tentam resolver esse embate

No mundo das atividades físicas, uma questão divide os praticantes em dois times: alguns que juram que malhar de manhã é melhor, outros garantem que atividades físicas à noite trazem mais benefícios. Afinal, quem está certo? Ao que parece, há vantagem nos dois. É o que mostram as informações de um estudo do Conselho Americano de Exercícios Físicos e de pesquisas realizadas em universidades americanas. 

Deus ajuda a quem cedo madruga: as vantagens malhar de manhã 

Fotos: Divulgação

1. Exercícios físicos liberam endorfina – o hormônio do bem-estar. Então, começar o dia malhando é um jeito ótimo de ficar de bom humor logo de manhã.

2. Malhar de manhã também reduz a pressão sanguínea, principalmente à noite. É um empurrãozinho e tanto para um sono mais tranquilo e proveitoso.

3. Quando ir à academia (ou dar uma corrida, ou fazer ioga) é a primeira tarefa do dia, fica mais fácil manter uma rotina – essencial para a manutenção dos resultados. Deixar a atividade para mais tarde pode facilitar o choque de compromissos.

Só mais cinco minutinhos: as desvantagens de malhar pela manhã 

1. Para aqueles que detestam acordar cedo, malhar de manhã pode significar um rendimento menor. Além do mais, o espaço entre o despertar e o início do turno de trabalho pode ser muito pequeno em algumas rotinas, e levantar cedo demais para dar conta de tudo pode prejudicar o ciclo do sono – o que não ajuda em nada.

2. Pela manhã, depois do sono, a musculatura do corpo está mais rígida. Por isso, é necessário um tempo maior de aquecimento para entrar no clima e suar a camisa.

Bota tudo pra fora: as vantagens de malhar à noite

1. Como nem todo mundo tem tempo o suficiente pela manhã, só o fato de não ter que lidar com a correria de levantar, tomar café, preparar uma muda de roupa, malhar, tomar uma ducha e ir trabalhar já deixa a vida bem menos estressante.

2. Depois de um dia cheio, fazer exercícios físicos pode ser uma ótima maneira de aliviar a tensão e limpar a mente. E o melhor: pode garantir disposição para o restinho de dia.

3. Se, pela manhã, os músculos estão mais rígidos, à noite eles estão mais flexíveis. Isso significa que o corpo está mais preparado para fazer força, o que ajuda a prevenir lesões.

4. Mais uma vez, a rotina do dia-a-dia a favor da noite: sem ter que correr pro trabalho, dá pra malhar por mais tempo.

“Hoje não, eu tô um caco”: as desvantagens de malhar à noite 

1. Se pintar algum compromisso extra no dia (“um jantarzinho com os amigos, só hoje”), é mais provável que ele aconteça mais tarde, batendo com a hora se exercitar. Além do mais, quem sai exausto do trabalho pode achar que não tem energia para malhar e preferir passar a noite no sofá mesmo.

2. Outra coisa que acaba sendo importante é a segurança: muito tarde, pode ser perigoso se exercitar ao ar livre, por exemplo.

3. Para a maioria das pessoas, é mais fácil malhar depois do trabalho. E aí é preciso lidar com academias lotadas.

4. A elevação da adrenalina também pode prejudicar o sono, principalmente se o exercício for feito duas ou três horas antes do horário de dormir.

A grande conclusão, portanto, é: o melhor horário para se exercitar é o que for melhor para você! Importante mesmo é garantir a prática de exercícios físicos regularmente.