AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Sustentabilidade

Conheça o CSI das árvores

Bióloga brasileira desenvolveu sistema capaz de identificar espécies de madeiras em 15 minutos

imagem: Veja

 A bióloga brasileira Sandra Florsheim é criadora de uma solução inédita contra o comércio ilegal de madeiras. No auxílio à Polícia Militar Ambiental em São Paulo, ela desenvolveu um sistema capaz de identificar online as madeiras encontradas em pátios de madeireiras. Assim, é possível conferir com rapidez se o material ali armazenado é de uma árvore com autorização para uso comercial, ou se é uma madeira como o mogno, que corre risco de extinção.

Funciona como um verdadeiro CSI das árvores: cada espécie tem linhas e poros que são verdadeiras impressões digitais, e diferenciam uma da outra. Normalmente, somente biólogos treinados conseguem diferenciá-las. Com a técnica de Sandra, os policiais em campo enviam imagens das perícias à especialista, que faz o laudo no laboratório e informa os resultados em 15 minutos.

A ideia veio após uma consulta à dermatologista: a bióloga percebeu que o mesmo tipo de dispositivo utilizado para analisar manchas na pele poderia ser replicado para as árvores. Além de aumentar a capacidade de análise dos materiais que chegam, a tecnologia torna o trabalho mais assertivo.

O sistema foi criado por Sandra em 2007. Desde então, ela já o apresentou nos Estados Unidos e na Tailândia. Estados como o Mato Grosso do Sul e o Pará, que sofrem diretamente com o desmatamento, já adotaram sistemas parecidos.